Tipografia do Conto

1 / 18

Memória tipográfica

O projeto do Hotel Tipografia do Conto reabilita um conjunto arquitetónico formado por dois edifícios, em estilo Deco, construídos em 1916. De tipologia oficinal – ali funcionou a Tipografia “Gráficos “Reunidos” – estes edifícios implantam-se na Rua Álvares Cabral, artéria aberta na transição para o século XX. 

Um século depois, deu-se início à reabilitação do conjunto para a inclusão de uma unidade hoteleira de dez quartos. O novo projeto assume o seu tempo, optando por novas materialidades e texturas, como as do betão aparente, em lajes, caixas de escada, fachada tardoz e pisos recuados. Do conjunto preexistente, retoma-se o uso de um pátio central de iluminação/ventilação central, no edifício do Hotel, mas também a amplitude do piso térreo, no vizinho espaço do Café Cultural. Nos quartos, essa memória oficinal é evocada nos pequenos “gabinetes” em madeira e vidro espelhado que contêm as casas de banho.

As fachadas voltadas ao pátio central, em madeira de Riga, reaproveitam as traves da antiga tipografia, sendo complementadas por panos laterais em azulejo manufaturado. Os recobrimentos ornamentais dos tetos, em betão aparente e formados por diversos textos em baixo relevo, aludem à ideia de impressão e de edição. A fachada tardoz articula-se com um pátio arborizado e um jardim murado que contém um longo tanque de água.

O Hotel Tipografia do Conto convida, assim, à descoberta da memória industrial da cidade num quarteirão único do seu tecido urbano. 

Equipa
Pedra Líquida
Cliente
Privado
Ano
2014

Construção
Pedra Liquida
Fotografia
Fernando Guerra